Switch

Riptide GP: Renegade

Jogo de corrida futurista 3D com veículos aquáticos (uma espécie de Jet-Ski do futuro). Além do Switch (e-shop), o game também foi lançado para PlayStation 4 (PSN), Xbox One (Live), dispositivos móveis e PC.

 

Riptide GP: Renegade foi lançado primeiramente para smartphones e tablets em 2016, ele recebeu sensacionais críticas e suas vendas foram acima do esperado para a companhia. Assim, um port para consoles desta geração era algo óbvio. No Nintendo Switch, o título possui tudo o que já tinha em sua versão mobile. Em um resumo, as corridas são realizadas em veículos parecidos com jet-skis, toda a ação é feita na água com disputas ferrenhas que exigem muito da habilidade do jogador. Há customização cosmética e técnica que fazemos ao vencer corridas e juntar dinheiro. Não há uma enorme variedade de pistas, mas nada que atrapalhe a diversão e as manobras malucas tão importantes no gênero. A sensação de alta velocidade é permanente, divertindo até mesmo quem não é muito fã de games como a série Wave Race.

 

Para quem joga sozinho, um modo carreira com uma narrativa clichê e funcional oferece cerca de cinco horas de muita diversão. Nos sentimos em um filme dos anos 80 onde o protagonista foi enganado e deve se recuperar juntando um grupo de renegados para enfrentar o vilão. Desta forma, Riptide GP traz, além de corridas comuns, outros desafios como slalom, disputas de manobras e partidas eliminatórias. Durante embates no modo carreira, de vez em quando a polícia aparece para tentar atrapalhar os “criminosos” corredores, porém fiquei com a sensação irritante de que a lei só tenta realmente impedir o jogador de ter êxito na disputa, e não todos os participantes, o que resulta em certos momentos de frustração.

 

Quem curte jogar com os amigos tem a opção de multiplayer em tela dividida, dá até para dividir os Joy-Con, neste estilo tudo roda bonitinho e sem queda de quadros, com certeza um alívio. Há, também, disputas online com até oito pessoas que roda sem grandes níveis de lag. Algo bacaninha para aplaudir a desenvolvedora que planejou o modo muito bem.

 

Infelizmente, nem tudo são ondas para manobras. De vez em quando, certos problemas de performance acabam ocorrendo. Presenciei muitas vezes o fundo se formando com pop-ups. Eu pensava: “Nossa, tinha uma árvore ali?”. Quando jogamos em modo portátil, há muitos momentos onde ficava difícil entender o que está acontecendo pela alta velocidade que deixa tudo um pouco embaçado. É claro que sugiro que joguem direto na televisão.

 

Graficamente, o game não é nada maravilhoso, tem cara de geração passada, mas o efeito na água e a sensação de velocidade dão conta do recado. A jogabilidade é excelente, funcionando como o gênero exige. As músicas, mesmo não sendo de meu gosto pessoal, ajudam a dar o tom de empolgação necessário. Por ser muito fã de Wave Race da Nintendo, me senti em casa na brincadeira.

 

Riptide GP: Renegade é um game que tem aquela cara de arcade dos anos 90. Logo ao passar o tutorial, já estamos nos divertindo como nunca. Não é preciso ser um mestre dos controles para participar das disputas, mas a curva de aprendizado nos permite sentir que a cada nova corrida estamos melhores e mais preparados para a próxima. Pode não ser tecnicamente um Super Mario Odyssey ou Need For Speed, mas ele garante algo que muitos títulos por aí não o fazem: diversão instantânea e duradoura. Pelo preço de 9,99 dólares, é uma excelente pedida para qualquer dono de Nintendo Switch.

 

Review feito por Ricardo Syozi.



Ano Lançamento: 2017

Regiões de Lançamento:

RegiãoDataCod. FabricanteCod. BarrasIdioma
Estados Unidos07 / 12 / 2017
Europa07 / 12 / 2017

Fabricante: Vector Unit



Vídeos