Dreamcast

Star Wars Episode I: Jedi Power Battles

Jogo de luta estilo beat'n up (luta de rua) 3D. Além do Dreamcast, o game também foi lançado para Game Boy Advance e PlayStation.

 

Lançado originalmente para o primeiro PlayStation. São 5 personagens a escolha inicialmente, onde atingindo certos objetivos, outros 4 personagens são liberados. Cada personagem possui atributos como habilidades com a lightsaber, poder da força e life. Permite 2 jogadores simultaneamente. Possui não só fases de pancadaria como elementos de plataforma e uma dificuldade acima da média.


A versão de Dreamcast possui gráficos em alta resolução, 60 fps, correção de bugs, mais movimentos para o personagem Darth Maul, além deste utilizar sua lightsaber dupla (na versão de PlayStation ele usa uma lightsaber comum) além de um modo de treino e outro de duelo.

 

Texto do colaborador Watcher Hein.

 

Eis um game da franquia Star Wars que me chamou a atenção desde o início e eu nunca tinha parado para jogar até hoje. Lançado para o Dreamcast em 2000 pelas mãos da Lucasarts, Jedi Power Battles é um game de beat’n up e hack’n slash com elementos de plataforma e dificuldade elevada.

 

Você pode escolher um entre cinco Jedis: Obi-Wan, Qui-Gon Jinn, Mace Windu, Plo Koon e Adi Gallia, cada um com características distintas. O game permite partidas cooperativas entre dois jogadores, essencial em qualquer beat’n up que se preze. Como o título indica, a história é baseada no Episódio I, o filme mais fraco de toda a franquia. Isso até poderia ser motivo para o jogo perder boa parte do seu charme. Mas como é um beat’n up, a história sem dúvida fica em segundo plano.

 

Por se tratar de um jogo derivado do primeiro PlayStation, os gráficos não são lá grande coisa. Foram aprimorados em relação ao console da Sony, porém longe da qualidade de um Soul Calibur por exemplo. As músicas tem ótima qualidade, também usando todas as belas canções da franquia. Efeitos sonoros também são bons. Já a jogabilidade deixa um pouco a desejar. Antes de efetuar os golpes os personagens fazem um movimento que leva um tempinho até que o golpe saia. Esse foi um dos principais fatores de dificuldade que vi no game, pois é bem difícil você chegar em um inimigo sem sofrer nenhum dano. Um boa alternativa é defender e refletir os tiros inimigos, apertando o botão de defesa bem na hora que o raio do inimigo for acertar você.

 

Em vários momentos do jogo a parte de beat’n up fica de lado e você terá que superar as plataformas do jogo. Isso poderia ser bem mais fácil se os controles fossem mais precisos. Não sei se é o controle do Dreamcast que não ajudou muito, mas é fato que rola aquela insegurança sempre que você tem que passar pelas plataformas, por pura falta de confiança de que os comandos sairão da forma como você gostaria.

 

Um ponto que desagradou um pouco foi o tamanho das fases. Elas são um pouco longas demais. E como o save só é possível ao final de cada fase, isso as vezes frustrará o jogador. Jedi Power Battles com toda certeza não é está entre os melhores jogos da franquia Star Wars, mas por ser de um gênero que me agrada bastante, confesso que fiquei com vontade de investir mais nele e jogar até o fim.

 

 

Review de Edson Godoy.



Ano Lançamento: 2000

Regiões de Lançamento:

RegiãoDataCod. FabricanteCod. BarrasIdioma
Estados Unidos18 / 10 / 2000T-23002N023272654481
EuropaT-17721D-50

Fabricante: Lucasarts

Franquias: Star Wars

Lançamento: Oficial

Gêneros: 3D,Luta de rua / Beat'em up

Formatos: GD-Rom