Consoles

Dingoo A320

Console portátil da sétima geração dos videogames.

 

Emulação sempre foi uma paixão para os jogadores dos mercados emergentes, onde muitos que não tinham acesso a hardwares robustos ou até mesmo aos originais, descobriram na modalidade uma maneira de relembrar ou desbravar os clássicos de videogames que não teriam poderiam jogar de outra forma.

 

Mas o que é Emulação? É o uso de um programaaplicativo para fazer rodar jogos de um sistema normalmente mais antigo em um novo aparelho, como um celular, computador e até mesmo um videogame. Eis que em fevereiro de 2009, chegava ao mercado um aparelho chinês chamado Dingoo A320 que tinha na emulação o seu principal atrativo.

 

Fabricado originalmente pela chinesa Shenzhen Dingoo Digital Co., o Dingoo chegou até mesmo ser montado no Brasil pela Dynacom na Zona Franca de Manaus e vendido nas redes varejistas brasileiras. Ele foi também a primeira compra de muitos na internet, e a primeira importação, uma vez que o melhor preço só era conseguido comprando diretamente de sites como Deal Extreme e Price Angels.

 

Foi bastante popular por aqui, pois além da sua inclinação para a emulação, o seu preço era imbatível: em tempos de dólar a R$ 1,60, o Dingoo custava aproximadamente 50 dólares – uma pechincha! E o lançamento do Dingux - uma distro/versão Linux voltada para o portátil – abriu ainda mais o mercado, permitindo a emulação de dezenas de sistemas menos conhecidos como os antigos microcomputadores da década de 80 e 90. Outro fator que contribuiu para a sua popularização por aqui foi a comunidade online que se criou em torno do sistema, concentrando no já esquecido e enterrado Orkut e no Fórum e Blog Dingoo Brasil.

 

Xodó de colecionadores e retrogamers, o Dingoo hoje em dia não é mais vendido, apesar de ter gerado uma centena de cópias de qualidade duvidosas, e também não teve um sucessor direto, apesar de muitos considerarem os portáteis da GPD a continuação direta do legado. Agora vem a cereja do bolo sobre o Dingoo: como ficou conhecido basicamente pela emulação de outros sistemas, pouca gente sabe que ele teve jogos próprios e exclusivos. Poucos, mas teve. Aqui no VGDB você pode conferir alguns dos principais, que vinham gratuitamente na memória do console.

 

Esses jogos acabaram sendo portados posteriormente para celulares, alguns inicialmente para o sistema Symbian da Nokia, e todos depois para celulares chineses que utilizam o sistema android.

 

Eis a ficha técnica do Dingoo A320:
CPU Ingenic JZ4732 @ 336 MHz (MIPS architecture)
RAM 32MB
Memória Interna 4GB
Memória Adicional MiniSD/SDHC (MicroSD/SDHC Adaptador)
Entradas D-Pad, 2 superiores, 4 de ação,botões Start & Select, microfone interno.
Saídas alto-falantesestéreo, saída para fone de ouvido estéreo e saída de áudio e vídeo com cabo incluso.
Entrada/Saída (I/O) USB 2.0
Tela 2.8" LCD, 320x240 resolução, 16M cores
Bateria 3.7V 1700 mAH (6.29WH) Li-Ion, approx. 7 hours run time
Player de Vídeos RM, MP4, 3GP, AVI, ASF, MOV, FLV, MPEG
Tocador de Músicas MP3, WMA, APE, FLAC, RA
Rádio Digital FM Tuner
Gravação Suporta gravações digitais (em MP3 e WMA) e gravações do rádio FM
Software Suporte Free SDK (sistema de desenvolvimento de software).
Dimensões 126 mm x 50 mm x 15 mm
Peso 110g

 

Por causa da emulação, com a possibilidade dos novos (e não oficiais) firmwares e do Dingux, a quantidade de jogos que podem rodar no Dingoo é praticamente incontável. Confira alguns dos sistemas que eram emulados com excelente qualidade pelo pequeno portátil chinês:

Atari 8bit (microcomputador)
Atari 2600
Atari 5200
Atari 7800
Atari Lynx
ColecoVision
Commodore 64 (microcomputador)
Commodore Amiga (microcomputador)
Magnavox Odyssey 2
MSX (microcomputador)
Neo Geo
Neo Geo Pocket
Nintendo Game Boy e Game Boy Color
Nintendo Game Boy Advance
PC Engine
PlayStation
Sega Genesis/Mega Drive/Mega-CD
Sega Master System, SG-1000 and Sega Game Gear
WonderSwan and WonderSwan Color
ZX Spectrum (microcomputador)
Centipede (arcade)
Millipede (arcade)
CPS-1 (arcade)
CPS-2 (arcade)
FinalBurn Alpha (arcade)
MAME(arcade)

 

Não há estimativas de quantas unidades foram vendidas no mundo e no Brasil, mas não há dúvida que o Dingoo foi um console bastante popular em especial em países emergentes, em razão da sua incrível relação custo x benefício. O Dingoo também marcou como um dos últimos produtos produzidos pela Dynacom, icônica empresa de videogames do Brasil, antes de sua falência em 2011.

 

Texto de Fernando Fenero (Android Players)



Ano Lançamento: 2009

Data / Regiões de Lançamento:

01/07/2010 - Brasil
01/02/2009 - Outras regiões

Fabricante: Shenzhen Dingoo Digital Co.


A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - #