Consoles

Fairchild Channel F

 

Console da segunda geração dos videogames. Em 1976 ainda vivíamos a época dos Pongs, conhecidos aqui no Brasil pela sua versão nacional, o Telejogo Philco-Ford. Esses sistemas, que fazem parte da primeira geração dos videogames, possuíam jogos bastante simples que eram colocados já no circuito do aparelho.

 

No máximo existiam pequenos cartuchinhos que simulavam a troca de jogo, mas na verdade apenas serviam para fechar uma placa de circuito no console, que acabava por habilitar o jogo que já estava gravado dentro dele, funcionando mais ou menos como uma chave seletora.

 

Eis que em agosto de 1976, a Fairchild Semicondutor entra no mercado de games, lançando o console Fairchild Channel F, inaugurando a segunda geração dos videogames. Diferentemente dos seus concorrentes, o Channel F iniciava uma nova era no mundo dos games, trazendo uma evolução incrível: seus jogos não eram mais circuitos dedicados, mas sim cartuchos plug-in com roms gravados e código de microprocessador.

 

Esse papo está muito técnico, né? O que significa tudo isso? Muitos dos que começaram a jogar videogames na década de 80 conheceram o Atari 2600, que foi o console que popularizou os cartuchos. Passa a sensação de que ele foi o primeiro, né? Principalmente pelo fato de que o Channel F não foi lançado no Brasil e mesmo hoje ser bastante desconhecido por aqui. Foi ele quem pavimentou a forma como os videogames seriam e são até hoje, com a possibilidade de o jogador comprar novos jogos sem a necessidade de trocar de aparelho para isso.

 

O Channel F em sua primeira versão contava com dois controles e um alto-falante embutido. Seus controles são de formato cilíndricos, confortáveis para segurar e surpreendentemente funcionais. De início o console fez bastante sucesso no mercado, porém sua ascensão durou apenas um ano. Seu diferencial em rodar cartuchos levou os concorrentes a criarem videogames mais potentes, como a Atari e seu Atari 2600.

 

Em 1979 a Zircon International comprou os direitos da Fairchild e lançou no mercado o Fairchild Channel F2, que trazia poucas alterações em relação ao primeiro modelo, como o fato dos controles não serem mais fixos no console e de o som ser reproduzido direto na TV e não mais através de alto-falante embutido.

 

Mas essa atualização não foi suficiente para que o Channel F conseguisse chegar perto do Atari 2600, que dominava o mercado com ampla margem. Nem mesmo os demais consoles da segunda geração como o Odyssey², que fazia moderado sucesso, foi afetado pelo aparelho da Fairchild, que acabou sendo descontinuado em 1981, com aproximadamente 250 mil unidades vendidas e um total de vinte e seis cartuchos lançados.

 

Mesmo não sendo sucesso de mercado, não há dúvidas que o Fairchild Channel F deixou seu legado na história dos videogames.

 

Texto do nosso colaborador Willian Nascimento.



Ano Lançamento: 1976

Data / Regiões de Lançamento:

01/10/1977 - Japão
01/11/1976 - Estados Unidos

Fabricante: Fairchild


A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z - #