Em 2006 a Nintendo revolucionava o mercado com sensores de movimento do Wii

 

No capítulo anterior do nosso especial “História dos Videogames”, falamos sobre o primeiro console portátil da Sony, o PSP, poderoso console que apesar de não conseguir superar o Nintendo DS, abocanhou uma quantidade significativa do mercado, atingindo a marca de mais de 80 milhões de consoles vendidos, figurando até hoje na lista dos dez consoles mais vendidos do mundo.

 

A hegemonia da Nintendo nos portáteis não refletia no mercado de consoles de mesa. Desde o Super Nintendo, que travou batalha de igual para igual com o Mega Drive no mercado mundial, terminando a geração com pequena vantagem na liderança, a gigante japonesa não havia mais conseguido sucesso nessa área. Nintendo 64 e Game Cube ficaram longe de seus principais concorrentes. A empresa então resolveu adotar uma nova estratégia: ao invés de apostar em hardwares poderosos, para competir com os rivais de igual para igual tecnologicamente, a ideia foi introduzir uma nova forma de se jogar, criando praticamente uma terceira via nos videogames.

 

Surgia então o conceito do Wii, inicialmente conhecido pelo codinome “Revolution”. O console foi concebido em 2001 e anunciado em 2004, durante a E3 daquele ano. Lançado em novembro de 2006 nos Estados Unidos e no mês seguinte no Japão, Austrália e Europa, o console era vendido por U$ 249,99. Sua principal atração era a nova forma de jogar que ele introduzia: controles com sensores de movimento. Praticamente tudo do console girava em torno dessa característica. E ela era muito bem explorada no jogo que acompanhava o console: Wii Sports. O game continha 5 modalidades: tênis, baseball, boliche, golfe e boxe. E os controles com sensor de movimento, chamados de Wii Remote (juntamente com os Nunchuks, um acessório com stick que era acoplado ao Wii Remote), funcionavam muito bem, criando uma experiência incrível e inédita até então.

 

Clique AQUI e confira a matéria completa, publicada pelo Video Game Data Base no site Campo Grande News.

Fotos